domingo, 3 de maio de 2009

Quintana de Bolso!!![4]




Da Perfeição da Vida

Por que prender a vida em conceitos e normas?

O Belo e o Feio... O Bom e o Mau... Dor e Prazer...

Tudo, afinal, são formas
E não degraus do Ser!


O tempo é um ponto de vista.
Velho é quem é um dia mais velho que a gente...



No céu é sempre domingo.
E a gente não tem outra coisa a fazer senão ouvir os chatos.
E lá é ainda pior que aqui,
pois se trata dos chatos de todas as épocas do mundo.



O ruim dos filmes de Far West é que os tiroteios acordam a gente
no melhor do sono.



Diálogo Bobo

- Abandonou-te?

- Pior ainda: esqueceu-me...


[Do Bem o do Mal]

No fundo, não há bons nem maus.
Há apenas os que sentem prazer em fazer o bem
e os que sentem prazer em fazer o mal.
Tudo é volúpia...



Há uns que morrem antes; outros depois.
O que há de mais raro, em tal assunto, é o defunto certo na hora exata.



[Da calúnia]

Sorri com tranquilidade
Quando alguém te calunia.

Quem sabe o que não seria

Se ele dissesse a verdade...



Esquece todos os poemas que fizeste.
Que cada poema seja o número um.



O Eterno Espanto

Que haverá com a lua que sempre que a gente a olha
é com o súbito espanto da primeira vez?



A indulgência é a maneira mais polida de desprezar alguém.



Se um poeta consegue expressar a sua infelicidade com toda a felicidade, como é que poderá ser infeliz?


Qualquer ideia que te agrade,

Por isso mesmo... é tua.

O autor nada mais fez que vestir a verdade
Que dentro em ti se achava inteiramente nua...



Mas que susto não irão levar essas velhas carolas se Deus existe mesmo...



O grande consolo das velhas anedotas são os recém-nascidos...



Senhora, eu vos amo tanto,
Que até por vosso marido,
Me dá um certo quebranto.



LEGÍTIMA APROPRIAÇÃO

Copio e assino essa frase encontrada no velho Schopenhauer:
"A soma de barulho que uma pessoa pode suportar
está na razão inversa de sua capacidade mental".



Qual Ioga, qual nada! A melhor ginástica respiratória que existe é a leitura, em voz alta, dos Lusíadas.



Sinônimos

Esses que pensam que existem sinônimos, desconfio que não sabem distinguir as diferentes nuanças de uma cor.


Mau Humor

Os que metem uma bala na cabeça retiram-se deste mundo batendo com a porta.


O CARA

3 comentários:

  1. Mario Quintana é o meu poeta preferido. Não por ser gaúcho como eu e ter cruzado inúmeras vezes com ele, na minha adolescência, em plena Rua da Praia.
    Mas porque é um poeta completo.
    Tenho um poema que fiz para ele.
    É assim:

    Quintana passou por aqui

    Quintana passou por aqui
    em mim deixou um beijo
    o desejo imenso de poemar

    Quintana passou por aqui
    deixou um pouco de prosa
    e a lua nova a me iluminar

    Quintana passou por aqui
    não deixou versos
    só rimas novas no meu olhar

    Quintana passou por aqui
    passos leves, tão breves
    foi-se p'ra não mais voltar

    ResponderExcluir
  2. "Senhora, eu vos amo tanto,
    Que até por vosso marido,
    Me dá um certo quebranto."
    Nossa! Nunca reparo muito em Quintana e ele é incrível.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Arquivo