domingo, 10 de maio de 2009

Naquele sábado à tarde...

Ah! Aqueles olhos verdes, daquele verde bem claro, que parecem enxergar no fundo da alma, apenas com um abrir e fechar de pálpebras. E foi com um pensativo e angustiante abrir e fechar de pálpebras, que ela na minha frente, me olhou e com aqueles belos olhos e disse:
-Não dá mais!

Cara, realmente não dava mais mesmo. Por mais que aqueles olhos verdes e aquele cabelo vermelho cacheado tivessem por muitas vezes sido o meu porto seguro, realmente aquilo que nós tínhamos estava estagnado, realmente acabado.As idéias não batiam mais, na verdade elas nunca bateram mesmo, ela era baladeira por natureza, ouvia umas coisas que, para mim, não era musicalmente aceitáveis, se é que dava para chamar aquilo de música. E futebol? Ela odiava! Enfim, ela tinha vergonha do que nós tínhamos.Me escondia das amigas e dos amigos, até dos mais chegados. Os pais dela então, que sabiam da gente e não aceitavam a nossa relação. E acho que nunca aceitariam mesmo, queria que a filha deles tivesse uma relação normal, que casasse, tivesse filhos, tudo como manda o figurino.
Eu já tinha tudo isso em mente, e naquele sábado à tarde, eu já tinha tudo preparado, para dizer para ela, o quão mal eu me sentia, pelo curso que a nossa relação tinha tomado, porém, ela se antecipou a mim, e acabou.Com aqueles belos olhos verdes, me olhou, sem saber se estava fazendo o certo, eu apenas concordei, dei as costas e fui embora.Aqueles cinco meses em que compartilhamos sonhos, planos, desejos e lágrimas, foram bons demais, nunca sairão da minha cabeça, serão eternos. Uma tristeza me assolava enquanto eu pensava naquilo, enquanto eu tomava o caminho de casa. Pensei, pensei e pensei, e realmente, eu estava triste.
Entrei em casa, meu pai estava na cozinha, assistindo um daqueles tele-jornais sensacionalistas totalmente sem graça, e por um segundo, ele tirou os olhos da televisão, me olhos nos olhos, e como todo bom pai, percebeu a minha tristeza, puxou uma cadeira, me olhou e disse:
- Senta aqui minha filha e desabafa com o teu pai.

25 comentários:

  1. Você engana a gente direitinho. :-) Um efeito "Sexto sentido"... Isso é ótimo para um escritor! Cuidado, Bruno, com o uso excessivo da palavra "realmente", certo? Beijos e muito sucesso no blog!!

    ResponderExcluir
  2. Realmente, o conto fica interessante com o desfecho.

    Não sei até que ponto é apenas um conto ou mostra uma realidade que deve ser discutida, pois é tida como tabu.

    ResponderExcluir
  3. Cara, o texto é otimo!
    Expressa tudo que envolve o momento!

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. hahahahaha show de bola. Só no final vemos que se trata de uma sapata.

    Aliás, se for a da foto, uma belíssima sapata, diga-se de passagem.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Um miniconto é isso. Um desfecho inesperado, surpreendente, que faz o leitor reler o final para ver se leu direito.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  7. Belo texto, final melhor ainda!
    parabens

    www.conto-um-conto.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Obrigada por comentar no CONTO UM CONTO ^^

    www.conto-um-conto.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Que dureza, heim?
    O desfecho foi muito interessante...

    ResponderExcluir
  10. Final surpreendente
    realmente não esperava esse fim!

    ResponderExcluir
  11. Olá
    Acho que qualquer história de amor, independente da identidade sexual de seus envolvidos, não perde a qualidade ou o seu potencial de suscitar interesse quando envolta em ``mistério`` por assim dizer, digo isso por causa do desfecho a lá sexto sentido.
    Parabéns

    ResponderExcluir
  12. ótimo assunto pra ser colocado a discussão.
    sócom textos inteligentes como esse é possível mudar o modo de pensar

    ResponderExcluir
  13. cara, nao tem lugar pra escrever sobre o podcast?


    ahusauhsuhashuauhs
    eu curti :P
    é divertido ^^
    tenho um podcast tbm, mas é de musica
    se tu se interessar


    www.degaragem.com
    vou ler o texto agora :D

    ResponderExcluir
  14. e ai galeraa do Café Holandes, curti muito o trabalho de vcs parabens galeraa...
    então tem como me add no msn queria conhecer um pouco mais o trabalho de vcs

    maumaubl@hotmail.com

    ai se vcs quiserem connhecer um pouco do meu trabalho...
    http://www.maumaucomedy.spaceblog.com.br/

    abraço pra vcs e sucesso

    ResponderExcluir
  15. Muito bom!Muito bem escrito.E,putz,me engano direitinho =) Adorei :)

    ResponderExcluir
  16. Demais, curti :D


    http://tiomah.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Bah, muito bom!
    Parabéns, adorei o final xD

    ResponderExcluir

Arquivo